Como educar uma criança conforme Efésios 6 

Share Button

Ao dar sua orientação sobre como educar uma criança, o apóstolo Paulo deixa claro a relação de respeito que deve haver entre os dois. Mesmo o pai não deve provocar seu filho, com abuso de sua autoridade (Efésios 6:4). Os versículos bíblicos sobre disciplinar os filhos são inúmeros, mas muitos pais se perdem ao tentar colocar em prática esses ensinamentos porque não sabem equilibrar sua autoridade de pai com seu ministério de sacerdote do lar. Sempre que falamos como educar uma criança precisamos lembrar da parábola que Jesus ensinou sobre perdoar as dívidas. Como podemos exigir perfeição de nossos filhos e não lhe oferecer perdão, se depois queremos que Deus nos perdoe e nos trate com bondade?

Neste texto vamos abordar alguns dilemas e conflitos corriqueiros na rotina de uma família cristã para orientar os pais como proceder em situações de dúvida. Existe uma hierarquia no lar porque também existe uma hierarquia espiritual que devemos seguir. Os pais precisam estabelecer em casa uma relação com seus filhos baseado na hierarquia espiritual que existe entre os homens e o Senhor. Nosso criador é inacessível, não aceita desculpas ou nos castiga fisicamente a cada erro que cometemos? Nosso filho precisa ter em casa um ambiente que o leve a compreender a relação entre os homens e a autoridade de Deus, que, apesar de soberano, está sempre nos confortando, perdoando e estendendo suas mãos para nós.



Hierarquia espiritual

Para aperfeiçoarmos nossa condição de pai (e mãe também, claro), é essencial refletirmos sobre a hierarquia espiritual que o cristão segue. Em Efésios 6:1, Paulo diz que os filhos devem obedecer seus pais “no Senhor”. Você já refletiu sobre o que essa expressão “no Senhor” nos revela aqui? Existe uma relação de hierarquia entre os homens e o Senhor, assim como deve existir uma relação de hierarquia entre pais e filhos. Os homens procedem da criação de Deus, como os filhos foram criados por seus pais, o inverso não existe. Na criação, Deus não nos jogou neste mundo e nos ordenou “se vira”. Ele nos deu condições para sobrevivermos neste mundo. A autoridade de Deus sobre nossas vidas é exercida quando ele nos oferece as condições de vivermos neste mundo, Ele nos sustenta.

Sem os pais, uma criança é incapaz de sobreviver, de se desenvolver. Os pais têm o dever de sustentar seus filhos, bem como garantir seu pleno desenvolvimento físico, mental, emocional e espiritual. As crianças não têm conhecimento de mundo para sobreviverem por si, daí a necessidade de os pais darem aos seus filhos as condições necessárias para que aprendam a viver neste mundo. Para saber como educar uma criança precisamos fazer muito mais do que acordar cedo ir trabalhar para pagar as contas da casa e comprar tudo o que filho pedir. Quem tem o dever de ensinar a criança sobre uma alimentação adequada, como usar o vídeo game, como lidar com outras crianças ou sobre higiene pessoal, são os pais. Essa responsabilidade não é da avó, do tio ou do irmão mais velho. Imagine se o Criador repassasse sua responsabilidade para terceiros, para profetas, pastores ou sacerdotes.

Neste contexto de hierarquia devemos ressaltar os perigos de uma família onde os filhos é que exercem a condição de autoridade. Os filhos que decidem onde comer, o que comer, o que quer vestir, aonde quer passear, o que quer ver na televisão, que horas vai usar o computador. Enfim, sem uma posição firme desde os primeiros meses, quando mais velho o filho vai ficando, mais difícil fica de corrigir. Não é impossível, mas o trabalho será bem maior, e os obstáculos também. Na verdade, a criação de filhos começa muito antes do nascimento do bebê, começa no planejamento do casal sobre quando ter um filho. Devemos estudar como educar uma criança antes mesmo de tê-las.

A obediência e seus benefícios

Além das observações sobre a fé cristã, o próprio mundo natural nos fornece os motivos pelos quais é bom que os filhos obedeçam seus pais. Levando em consideração que os pais amam seus filhos, é evidente que os pais sempre querem o melhor para seus filhos. Sem obedecer aos pais, a criança nunca vai aprender a se tornar uma pessoa completa, independente. É importante que os filhos obedeçam seus pais para que aprendam a viver por si. Os pais precisam compreender que a criação de filhos envolve este ensinamento diário sobre a vivência neste mundo. Além dos ensinamentos espirituais, os pais que querem saber como educar uma criança segundo os conceitos cristãos precisam se preparar para repassarem conhecimentos diversificados aos seus filhos.

Sob a orientação de seus pais, os filhos vão aprender a escolher uma profissão, um cônjuge, como lidar com conflitos, como lidar com os desafios da fé e outras questões rotineiras. Até mesmo como eles criarão seus filhos, pois todo bom modelo será seguido. Ao conviverem com outras crianças, não cristãs, é normal que nossos filhos também aprendam coisas que não condizem com nossa fé. Pais intransigentes e rígidos ao extremo ou liberais demais podem causar confusão na mente de seu filho, que, dependendo da idade, confiará mais em seguir os conselhos e modelos de seus amigos do que dos próprios pais.

Experiência e amor

Embora não exista uma fórmula mágica, podemos compreender, tomando por exemplo o texto de Efésios 6, que o equilíbrio é sempre o melhor caminho para aqueles que buscam como educar uma criança em um lar cristão. Saber equilibrar autoridade e respeito com amor e misericórdia não é fácil, principalmente na rotina de um lar, mas é fundamental refletirmos sobre isso diariamente para saber lidar com a pressão e a responsabilidade de criar uma criança. Imaginemos sempre como seria a humanidade se o Senhor fosse intransigente e rígido, ou se aceitasse tudo o que fazemos de errado. Graças a esse equilíbrio é que alcançamos um caminho contínuo de amadurecimento espiritual.

A cada ordem, a cada “castigo” que damos aos nossos filhos, precisamos explicar os porquês. Os pais precisam saber explicar porque um castigo está sendo aplicado; porque não podem ir a um determinado lugar, porque o filho não pode ir para a casa de um colega ou porque está na hora de desligar o vídeo game, por exemplo. Ao explicar os motivos, o pai está demonstrando seu amor, seu cuidado; e o filho vai compreender que a experiência de seu pai é válida. Crescer neste ambiente fará que, ao chegar a idades mais avançadas, o filho aceite as ordens e conselhos dos pais sem tanto questionamento, pois ele mesmo será testemunha de que os conselhos do pai sempre lhes foram os melhores.

As poucas palavras de Paulo em Efésios 6 já são suficientes para nos ensinar muita coisa sobre como educar uma criança. Os pais precisam refletir sempre sobre nosso relacionamento direto com o Criador para compreender como exercer bem seu pai na educação e formação pessoal de seus filhos. Equilibrar autoridade e perdão não é fácil, por isso, precisamos pedir diariamente sabedoria a Deus para saber lidar com os desafios deste ministério.

Se temos um guia de fé, a Bíblia, nosso filho precisa de uma guia seguro, seus pais, para crescerem em um ambiente saudável. Se queremos saber como educar uma criança conforme o cristianismo, precisamos refletir sobre a autoridade e misericórdia que o Criador tem sobre nós. Lembre-se que se precisamos de perdão, devemos saber perdoar.

Você também pode consultar nossos textos:




Um comentário

  • Elizabeth Costa

    Perfeito o texto e condizente com a palavra de Deus os contrapontos são muito bem colocados. Para recebermos o amor de Deus precisamos também doa-lo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *