Conhecendo a Bíblia e seus aspectos diferenciais

Share Button

Antes de começar a ler a Bíblia é importante termos uma ideia mais clara do que ela significa para a fé cristã. Conhecendo a Bíblia melhor podemos lê-la com mais clareza, firmando seus ensinamentos. O objetivo deste texto é ajudar o leitor a compreender algumas lições essenciais da Bíblia Sagrada. Este também é um bom começo para quem deseja evangelizar, discipular ou iniciar sua jornada de devocionais, pois vamos abordar questões simples para a fé cristã, mas que muitas vezes deixamos “passar batido”. Não adianta queremos estudar, ou ensinar, assuntos mais profundos se não conhecemos o básico. Por isso, devemos iniciar nossos estudos bíblicos pelo básico.

Em primeiro lugar, devemos saber que a Bíblia não é apenas um livro, mas uma coletânea de livros escritos por diversas pessoas, em épocas e culturas diferentes. Apesar dessa separação geográfica e temporal, todas as pessoas que escreveram uma parte da Bíblia têm algo em comum, foram guiados e orientados pelo Espírito de Deus, o Espírito Santo. O principal objetivo destes livros é fazer que seus leitores reflitam sobre o amor e os planos de Deus pudessem ser revelados a todo ser humano, a fim de que possamos ser capazes de vivermos os planos de Deus para a humanidade. O maior objetivo da criação, a salvação por meio de Jesus, só pode ser compreendida quando lemos a Palavra com a devida orientação do Espírito Santo.

Um versículo chave sobre os propósitos da Bíblia é o seguinte:

Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração. Hebreus 4:12.




Características básicas

Seja sua coletânea (66 livros) completa ou seus manuscritos individuais, toda a Bíblia é bem antiga. Seus trechos mais antigos são datados de aproximadamente 4 mil anos atrás. Nela encontramos pistas (para não dizer respostas claras) sobre os questionamentos básicos da vida, como “por que nasci? De onde vim? Por que os justos sofrem e pessoas más prosperam?”. Quando estamos conhecendo a Bíblia podemos ficar confusos com algumas questões. Naturalmente, como foi escrito em épocas diferentes, por pessoas que moraram em reinos diferentes, os livros que compõem a Bíblia foram escritos em diferentes idiomas. O Novo Testamento foi escrito todo em grego, enquanto o Antigo Testamento possui passagens em hebraico e aramaico. No Antigo Testamento, o Criador prepara o ser humano para receber seu Filho. Ao lermos o Antigo Testamento estamos lendo histórias que aconteceram antes do nascimento de Jesus. No Novo Testamento lemos sobre a vida de Jesus e os primeiros anos do cristianismo.

Vale ressaltar que não existem trechos originais. Mesmo os manuscritos mais antigos são cópias de cópias. Como a escrita antiga era muito rudimentar muitos trechos da Bíblia são de dificílima compreensão. Alguns textos, por exemplo, foram escritos em idiomas que não tinham vogal (na escrita), muito menos pontuação. Além disso, esses idiomas antigos possuíam poucas palavras. Às vezes, uma palavra, ou expressão, pode oferecer diferentes compreensões. Por isso, a orientação do Espírito Santo é fundamental para que possamos ler a Bíblia e aprendermos o que Deus quer nos ensinar.

Ao perceber a dificuldade em aprender a Bíblia, com o tempo, escritores e estudiosos acharam melhor separar os livros em capítulos e, anos mais tarde, em versículos. Essa separação facilita a aprendizagem e a localização de trechos específicos. Por isso, sempre se faz referências bíblicas no modelo Livro Capítulo:versículo. Quando estamos conhecendo a Bíblia podemos perceber que essas referências são fundamentais para facilitar a leitura da Palavra de Deus.

Benefícios da Bíblia

Podemos listar inúmeros benefícios na leitura da Bíblia. Separamos algumas que são essenciais para nós.

  • O Espírito dá vida; a carne não produz nada que se aproveite. As palavras que eu lhes disse são espírito e vida. João 6:63.
  • Mediante a palavra do Senhor foram feitos os céus, e os corpos celestes, pelo sopro de sua boca. Salmos 33:6.
  • Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti. Salmos 119:11.
  • A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho. Salmos 119:105.
  • A explicação das tuas palavras ilumina e dá discernimento aos inexperientes. Salmos 119:130.
  • Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. João 17:17.
  • Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido. João 15:7.
  • Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem sucedido. Josué 1:8.
  • Este é o significado da parábola: A semente é a palavra de Deus. Lucas 8:11.
  • Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Mateus 7:24.
  • Tenho mais discernimento que todos os meus mestres, pois medito nos teus testemunhos. Tenho mais entendimento que os anciãos, pois obedeço aos teus preceitos. Salmos 119:99 e100.

Como podemos ver nestes versículos acima, a Palavra de Deus tem diversos propósitos específicos. Ela produz vida, nos purifica e afasta dos caminhos maus, ilumina nossos caminhos, alimenta nosso espírito, nos fortalece em momentos de angústia e de dúvida, nos traz sabedoria e nos mostra sua salvação. Esses são apenas alguns propósitos básicos.

Por que ler a Bíblia?

Conhecendo a Bíblia estamos nos aprofundando no maior conhecimento que podemos ter, que são os propósitos de Deus. Desde sua origem até hoje, o homem se pergunta se Deus existe, o porquê de Ele ter criado este mundo etc. Por isso, a leitura da Bíblia é importante para todos os aspectos de nossas vidas. Quando compreendemos esses questionamentos tão difíceis e complexos, todos os demais problemas e dúvidas de nossas vidas ganham um sentido completo, que sem a fé é impossível.

Que possamos continuar nossa jornada no cristianismo conhecendo a Bíblia cada vez mais, sabendo que mesmo sem compreender os grandes mistérios da vida e das profecias, podemos compreender o ensinamento central das Escrituras Sagradas, que é resumido no seguinte:

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16.

Para continuar conhecendo a bíblia leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *