Ensinamento bíblico sobre masturbação e pornografia

Share Button

Um dos assuntos mais comuns nas reuniões de jovens e adolescentes evangélicos é relacionamentos. Paquera, namoro, santidade, virgindade, sexo, pornografia, masturbação e por aí vai. Há alguns anos estes assuntos eram evitados, então os jovens cristãos não tinham onde buscar informações corretas sobre o assunto, e encontravam informações com amigos e conhecidos. Assim, a omissão da igreja cristã se tornava um obstáculo para o aprendizado correto sobre estes assuntos. Aprendendo com pessoas não cristãs os jovens evangélicos não tinha conhecimento sobre o ensinamento bíblico sobre o assunto. A intenção deste texto é levar o líder de adolescentes da igreja evangélica a encarar o assunto de formar aberta e precisa, baseada na Palavra de Deus para guiar seus jovens ao conhecimento pleno sobre o assunto.

Com este ensinamento bíblico sobre masturbação e pornografia vamos conhecer um pouco melhor o que a bíblia diz sobre estes assuntos, suas causas e efeitos. Também vamos falar um pouco sobre as implicações  físicas, emocionais e espirituais com essas práticas.

O versículo base para este ensinamento bíblico pode ser Provérbios 6:25 – Não cobices no teu coração a sua formosura, nem te deixes prender pelos seus olhares.


Sugerimos que o líder aborde o assunto com naturalidade, sem condenar ou apontar defeitos dos adolescentes, mas passar confiança e amor para que os jovens e adolescentes evangélicos vejam em seus líderes pessoas confiáveis e amáveis.

Este é um assunto íntimo e delicado, por isso, recomenda-se que a liderança treine suas aulas sobre o assunto e saiba lidar com situações que podem causar constrangimento. Devemos lembrar que um grupo de jovens evangélicos pode conter vários tipos de adolescentes, como nascidos em lar cristãos, visitantes e novos convertidos, por isso, é preciso tomar cuidado com suas palavras e termos.

Causas

Vamos começar este ensinamento bíblico com as causas da masturbação e da busca pela pornografia. Em outras palavras, por que o adolescente se masturba e por que busca pornografia?

Fisicamente o jovem está produzindo uma quantidade de hormônios sem igual. Com isso sua sexualidade se aflora, o que é normal. Não podemos lutar contra a natureza que Deus fez e exigir que adolescentes não tenham  sentimentos e desejos sexuais. O que o jovem precisa entender que o desejo não é errado, mas como lidamos com isso é que pode nos levar ao pecado.

Uma vez que o jovem está com sua sexualidade a flor da pele, seus pensamentos passam a se concentrar neste sentido. Os olhares e pensamentos já não são infantis.

A sociedade moderna nos ensina que a masturbação é normal, natural e até bom para o adolescente. Como o cristão deve lidar com isso?

Um bom versículo para embasar seu ensinamento bíblico é Efésios 4:17 – Portanto digo isto, e testifico no Senhor, para que não mais andeis como andam os gentios, na verdade da sua mente.

Podemos ler também Provérbios 6:25 a 29, que fala sobre cobiçar a mulher do próximo.

Não cobices no teu coração a sua formosura, nem te deixes prender pelos seus olhares. Porque o preço da prostituta é apenas um bocado de pão, mas a adúltera anda à caça da própria vida do homem. Pode alguém tomar fogo no seu seio, sem que os seus vestidos se queimem? Ou andará sobre as brasas sem que se queimem os seus pés? Assim será o que entrar à mulher do seu próximo; não ficará inocente quem a tocar.

Obviamente este trecho deve ser refletido por homens e mulheres, meninos e meninas.

Outro texto bíblico que pode ser usado neste ensinamento bíblico é ode Gálatas  5, que fala dos frutos do Espírito e dos frutos da carne. Repare que o versículo 19, de Gálatas 5, menciona a lascívia como um fruto da carne.

Quando alimentamos nossa carne, os desejos carnais ficam mais fortes e temos cada vez mais a tendência de pecar.

Durante o estudo, enfatize que o primeiro passo para vencer o problema é saber que ele existe. Os desejos são naturais. Dizer que o adolescente não pode ter desejos sexuais é empurrar o problema para debaixo do tapete. Realize seu estudo com embasamento de profundo ensinamento bíblico.

Tempo ocioso

Um grande problema para o jovem e adolescente é o tempo ocioso. Quando sua mente não é ocupada por pensamentos que edificam a alma, a tendência é ter pensamentos carnais. Devemos lembrar que fisicamente seu corpo está em mudança e os pensamentos sexuais surgem, mesmo com todo o esforço de tentar nos manter longe destes pensamentos.

Uma dica que o líder pode dar ao seu grupo de jovens e adolescentes evangélicos é ocupar seu tempo e evitar ficar sozinho, em casa ou no celular.

O ensinamento bíblico é importante para o adolescente entender porque se masturbar ou ver pornografia é pecado, mas se seu tempo for ocioso, a tendência de pecar é muito grande.

Por que a masturbação é pecado?

Não podemos deixar de dizer, neste ensinamento bíblico, que a verdade é que a Bíblia não diz explicitamente que a masturbação é pecado, por isso, muitos jovens acham nisso uma brecha para justificar suas ações.

Diante deste desafio, podemos mencionar 1 Coríntios 6:19 e 20.

Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.

Como lemos antes, devemos alimentar os desejos do espírito e não os da carne. Quando alguém se masturba, seus pensamentos são impuros. São meros desejos sexuais. Os pensamentos variam rapidamente e alimentamos um desejo que em nada nos edifica.

Devemos orientar os jovens sobre os benefícios do domínio próprio, um dos frutos do Espírito, e que devemos resistir ao diabo, para que ele fuja de nós (Tiago 4:7).

O que falar para as meninas/mulheres?

Normalmente, quando se fala em pornografia e masturbação pensamos em meninos e homens.No entanto, estatísticas nos Estados Unidos mostram que quase um terço dos acessos a sites pornográficos já são feitos por mulheres.

O ensinamento bíblico para meninas também é importante, pois para a mulher, muitas vezes a sensualidade não ocorre através da busca por imagens sensuais, mas em produzir este material. Tirar fotos sensuais, usar roupas curtas ou justas são as formas mais comuns de a mulher incentivar a pornografia.

Em Provérbios 6: 25 lemos “Não cobices no teu coração a sua formosura, nem te prendas aos seus olhos”.

Outro versículo que pode ser usado neste ensino bíblico é Jeremias 11:15 – “Que direito tem a minha amada na minha casa, visto que com muitos tem cometido grande lascívia? Crês que os sacrifícios e as carnes santificadas poderão afastar de ti o mal? Então saltarias de prazer”.

seguranca-na-internet

Dicas para evitar masturbação e pornografia 

Como já mencionamos antes, o tempo ocioso (sem ter nada para fazer) é um grande inimigo da santidade, portanto, o jovem e o adolescente precisam ter coisas para fazer. Cursos, estudos, site, praticar esportes. O importante é não ficar sem fazer nada, principalmente sozinho.

Cuidado com as companhias. O jovem cristão deve evitar muito tempo na companhia de pessoas não cristãs. Por isso, não é bom frequentar festas e outros lugar que são evitáveis. Não podemos evitar a companhia de não cristãos na escola, no trabalho, na rua, mas podemos evitar ficar muito tempo ao lado deles. 1 Coríntios 15:33 nos ensina que as más companhias corrompem os bons costumes.

Cuidado com filmes, novelas, seriados e internet. O jovem e adolescente evangélico deve escolher com cautela os filmes e seriados que assiste. Atualmente é difícil (quase impossível) filmes sem cenas de nudez parcial, principalmente comédia e ação. Histórias que ensinam sobre adultério, homossexualismo e outros comportamentos que contradizem o cristianismo. Por isso, o cristão deve selecionar bem o que vê na televisão.

Na internet o cuidado deve ser redobrado, pois normalmente estamos sozinhos e clicar em uma imagem leva apenas alguns segundos. Segundos que podem nos levar a ter pensamentos de lascívia.

Este breve ensinamento bíblico teve como objetivo abordar um assunto delicado e íntimo, mas de extrema importância. A igreja  cristã não pode fazer vistas grossas e fingir que os jovens e adolescentes não pensam em sexo. Pelo contrário, devemos encarar isso de frente para melhor orientar a futura geração de cristãos.

Leia também

Para concluir sugerimos este vídeo do pastor Lucinho Barreto e a pregação abaixo do pastor Cláudio Duarte, disponível no Youtube.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *