Introdução ao livro de Atos dos apóstolos 

Share Button

Embora não seja possível identificar de imediato o autor da carta de Atos dos apóstolos, o texto revela algumas dicas que nos levam a crer que quem escreveu o livro de Atos foi Lucas, o mesmo que escreveu o evangelho de Lucas. Uma das dicas é o uso dos pronomes nós e nos, o que indica que o autor de Atos era companheiro de Paulo. Outros dois indícios de quem escreveu Atos não está no livro de Atos, mas em outras cartas do Novo Testamento. Em Colossenses 4:14 e Filemon 24 lemos sobre Lucas, o amado médico. Segundo os principais estudos bíblicos de Atos, o conteúdo desta carta eliminaria todos os demais companheiros de Paulo, possíveis autores da carta, menos Lucas. Como Atos possui referências médicas, isso reforça a tese de que o autor de Atos é Lucas, o médico. Podemos encontrar essas referências médicas em Atos 1:3, 3:7, 9:18 e 33, 13:11 e 28:1 a 10.

  • Lucas trabalhou ao lado de Paulo na Macedônia, e por seis anos serviu em Filipos. Também esteve em Roma durante a prisão domiciliar de Paulo.

Para alguns estudiosos da Palavra de Deus, é bem provável que Atos dos apóstolos tenha sido escrito neste período já que não menciona fatos que ocorreram pouco mais tarde como o incêndio de Roma, a destruição de Jerusalém ou o martírio de Paulo.



Esboço  

Se você pretende iniciar um estudo sobre Atos dos apóstolos em grupo, ou em família, você pode optar por dividi-lo em três partes.

  1. Entre os capítulos 1 e 7, lemos sobre a pregação do Evangelho em Jerusalém. O livro de atos começa relatando o dia de Pentecostes e a formação da Igreja. Neste trecho podemos ler sobre o discurso de Pedro e como os apóstolos curaram algumas pessoas, dando início à igreja primitiva. Estevão, morto por ser cristão é considerado o primeiro mártir da história.
  2. Do capítulo 8 ao 12 lemos sobre a pregação do cristianismo na Judeia e em Samaria. Neste trecho podemos ler sobre a conversão de Saulo, a expansão do cristianismo e a história de Pedro sendo liberto da prisão por anjos.
  3. Por fim, a partir do capítulo 13, até o fim do livro (capítulo 28), Atos relata a pregação do cristianismo aos gentios, não judeus. Paulo realiza as viagens missionárias, até ser preso e levado para Roma.

O livro de Atos dos apóstolos nos revela a origem da igreja cristã, a expansão da igreja primitiva, desde a descida do Espírito Santo, durante a festa de Pentecostes até a chegada de Paulo a Roma para pregação do evangelho.

Estima-se que o livro de Atos relate os 30 primeiros anos da igreja primitiva. Podemos ver que no início o cristianismo foi pregado ao judeu e depois aos gentios (não judeus). Conforme mais gentios se convertiam, houve uma separação clara entre o cristianismo e o judaísmo.

Atos é um excelente livro sobre missões, trabalho missionário, além de fornecer o padrão de vida cristã.

Uma curiosidade bíblica é que diversas descobertas arqueológicas confirmam a narrativa do livro de Atos, dando mais credibilidade às suas palavras. 

Por que ler Atos? 

Todo cristão que busca conhecer as raízes do cristianismo precisa ler o livro de Atos dos Apóstolos, o primeiro livro após os evangelhos, que narram a vida de Jesus. O livro de Atos narra a história da igreja primitiva, como foi o início do cristianismo.

Logo após a morte de Jesus, seus ensinamentos ainda eram difundidos apenas nos limites de Israel. Poucos fora de Israel davam importância ao messias judeu. Tanto que os próprios romanos não entendiam o motivo de sua perseguição e morte, por outro lado, pouco se importavam com o destino do “Rei dos Judeus”.

Em Atos dos apóstolos encontramos registrado como o cristianismo se expandiu. Podemos considerar, assim como muitos estudos bíblicos, como início da igreja cristã o dia de Pentecostes narrado em Atos 2, quando o Espírito Santo desce à Terra. Lemos relatos que ocorreram por mais de trinta anos. Podemos ler até os fatos históricos que narram a chegada de Paulo à Roma para pregar o evangelho. Roma era, como se sabe, o centro da cultura e política mundial.

Atos dos apóstolos é o prosseguimento do trabalho iniciado por Jesus Cristo, cabeça da igreja. Por abordar a vida dos cristão agindo pelo espírito, muitos chamam o livro de Atos como o livro de Atos do Espírito Santo.

A princípio a igreja primitiva era formada por cristãos judeus, pois os ensinamentos de Yeshua (Jesus) eram transmitidos apenas nos limites de Israel.

A grande virada do cristianismo foi a conversão de muitos gentios, o que começou a definir uma separação mais clara entre judaísmo e cristianismo.

No livro de Atos podemos ler algumas doutrinas da fé cristã, como o Espírito Santo – Atos 1:8 – o reino de Deus – Atos 15:16 e 3:21 – a igreja – Atos 11:30 – e a salvação aos gentios – Atos 15:14.

Em Atos podemos ler princípios básicos da igreja cristã e as primeiras menções sobre o trabalho missionário. Nosso próximo estudo será específico sobre o primeiro capítulo de Atos dos Apóstolos. Não perca!

Leia também:

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *