Sabe dizer por que você acredita em Deus? 

Share Button

Para os que não acreditam em Deus existem muitas respostas que eles podem dar se forem questionados “por que você não acredita?” Para mim, responder aos motivos que me levam a crer em um Senhor nem sempre parece tão simples. Se você não crê em Deus, este texto pode te ajudar a entender porque algumas pessoas possuem uma fé tão “fanática”. E se você é cristão, saberia responder porque você acredita em Deus? Existem razões pessoais, emocionais, culturais e racionais para respondermos a esta pergunta. Espero que este texto ajude você a refletir melhor sobre sua fé, amadurecendo a ti mesmo sobre o que te leva a viver intensamente um cristianismo, tão criticado e zombando atualmente.

Qual professor de faculdade ateu não gosta de humilhar e ridicularizar seus alunos cristãos (principalmente evangélicos), que normalmente são 20 ou 30 anos mais novos que ele (professor)? O que podemos responder quando nossa fé é questionada? Acredito que este é um bom texto para novos cristãos, jovens, adolescentes e até cristãos mais experientes. Afinal, raramente paramos para pensar sobre a razão de nossa fé.

Ao perguntar a um ateu o motivo de ele não crer em Deus, a resposta estará na ponta da língua. “Eu não acredito na arca de Noé”. “Eu não acredito na multiplicação dos pães”. “Eu acredito na evolução das espécies”. “Não existem provas da existência de Deus”. Grande parte das críticas à Bíblia está baseada nas histórias de Gênesis.

Curiosamente, embora ateus fervorosos adorem criticar o cristianismo, ainda não achei um vídeo de um ateu, professor universitário, criticando e humilhando o islã, atacando os muçulmanos. Curioso, não?


Quais os seus motivos? 

E quem acredita em Deus, por que acredita na arca de Noé? Na torre de Babel? Por que cremos nessas histórias? Como alguém que acredita em Deus, posso afirmar que este pensamento já me veio à cabeça inúmeras vezes. Muitas vezes, queremos racionalizar a nossa fé e dar explicações lógicas àquilo que cremos. Talvez, estes questionamentos sejam úteis para fortalecer nossa fé. Por outro lado, também me questiono sobre a real necessidade de dar satisfação àqueles que não querem explicações. Afinal, ao tentar explicar a um ateu por que você acredita em Deus, ele não vai mudar de opinião, por mais lógica que sejam suas explicações. Assim como as explicações de um ateu não convencem um cristão a mudar de opinião. Por isso mesmo, as discussões são inúteis.

Muitas vezes, ao discutir ou conversar com outras pessoas, parece que acreditar nas histórias bíblicas é uma grande tolice. Então, ora bolas, porque defendemos tão contundente as histórias bíblicas? Como você pode refletir sobre o real motivo que te leva a afirmar que você acredita em Deus.

Eu não posso provar a existência de Deus. Aliás, ninguém nunca vai conseguir fazer isso. Se você é cristão sabe que as próprias escrituras nos dizem que ninguém jamais viu o Pai (João 1:18). Não temos como debater racionalmente sobre a existência de Deus. Embora até possa colocar algumas frases de raciocínio sobre a fé. Por exemplo, se ninguém nunca vai conseguir provar que Deus existe, ou que não existe, existem duas possibilidades para nós após a morte. A primeira é que, se não existe um Criador, todos morreremos e seremos “comida de minhoca”, independente de nossa fé. Por outro lado, se existe um Senhor, descobrir que isso é verdade apenas após a morte é um fim trágico para quem passou a vida não dando importância a este assunto.

“Uma coisa eu sei. Eu era cego e agora vejo” 

Quando me questionam sobre o porquê de eu acreditar em Deus, sempre respondo. “O que ele fez na minha vida não posso mudar”. Os motivos que levam você acreditar em Deus não podem ser baseados em sabedoria e persuasão de palavras.

Devemos acreditar em Deus pelo o que Ele faz em nossas vidas. Ainda que provem e comprovem falhas bíblicas e digam que todas as escrituras sagradas são mentirosas, eu continuarei acreditando em Deus, pois o que Ele fez na minha vida não pode ser desmentido. Historiadores, antropólogos e cientistas podem desmentir a bíblia de cabo a rabo, mas não o que aconteceu em minha vida. E como sei que foi real, sei que Ele pode ter feito todos os demais milagres bíblicos. Uma passagem bíblica que posso me apoiar é a de João 9:25. O cego era questionado sobre sua cura e quem o teria curado, e ele respondeu: “uma coisa eu sei. Eu era cego e agora vejo”. Pois ele mesmo não sabia detalhar o que acontecera.

Ao questionarem sua fé e tentarem te envergonharem dizendo que as histórias bíblicas são absurdas, lembre-se do que Deus fez em sua vida e não se deixe ir por palavras ao vento. Lembre-se que você acredita em Deus por causa de sua experiência de vida. Não seria absurdo afirmarmos que nossas experiências sobrenaturais fortalecem nossa fé mais que as Escrituras em si, pois nossas experiências é o que testifica o que está escrito nos livros que compõem a Bíblia Sagrada.

como ler e entender a biblia hotmartOK

Fique firme na Rocha 

Uma base para fixar sua mente e fé é 2 Coríntios 4:18.

Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.

Neste trecho Paulo nos ensina a manter nossa mente e coração justamente naquilo que não podemos comprovar, pois isso significa fé, acreditar naquilo que não vemos. Se tivéssemos total acesso e contato com o Pai não precisaríamos de fé, por isso, podemos dizer, por exemplo, que anjos e seres celestiais não têm fé, mas isso é outro assunto. O que queremos confirmar neste texto, para que você reflita por que você acredita em Deus, é o ensinamento de Cristo a Tomé, relatado em João 20:29, quando disse “bem aventurados os que não viram e creram”. Aqui o próprio Jesus fortalece a fé daqueles que viriam após aqueles dias, ou seja, aqueles que confiam nele sem nunca tê-lo visto, assim como eu, assim como você.

Não deixe sua fé abalar com críticas e zombarias, pois isso sempre ocorreu e sempre existirá. Achamos fantástico testemunhos de pessoas que não negaram, e não negam, o cristianismo mesmo sendo torturados, presos e até mortos, mas viver isso é bem diferente. Mal aguentamos quando zombam de nós, como reagiríamos se nos atacassem fisicamente, ficaríamos mudos e quietos (oferecendo a outra face), ou responderíamos com a mesma violência? Lembre-se que, se você acredita em Deus, precisa demonstrar isso exatamente nos momentos difíceis e não apenas na abundância e tranquilidade.

Não adianta basear-se em explicações lógicas e científicas, a fé é acreditar justamente no que não podemos comprovar, por isso, viver essa fé e ter experiências pessoais é o nosso maior evidência do amor e poder de Deus, através de seu filho Jesus.

Textos complementares que podem ajudar você a responder por que você acredita em Deus?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *