Lições da Bíblia: A perseguição aos primeiros cristãos

Share Button

Uma das lições da bíblia mais interessantes para a igreja é sobre os primeiros cristãos e como eles viviam. Ensinar isso na Escola Bíblia é muito importante para resgatar os valores da igreja e da comunhão. Neste modelo de aula vamos ver como os primeiros cristãos sofreram para defender uma fé muito diferente das principais religiões da época, na região da Palestina e Oriente Médio. Os ensinamentos de Jesus estavam sendo propagados, mas desagradava a muitas pessoas por falar de um homem que era Deus, de um profeta que morreu e ressuscitou. Até hoje tal ideia ainda é combatida, por isso podemos dizer a perseguição ainda não terminou, embora o sofrimento e as angústias da igreja primitiva tenham sido bem diferentes da discriminação que o cristão recebe hoje, em especial no ocidente. 

Embora essa aula esteja adaptada para a EBD Infantil, você pode adaptá-la para seu grupo, sejam jovens, célula ou grupo de jovens.  

  • Texto base: Atos 5:14 a 42 
  • Objetivo: Devemos falar do amor de Deus em todas as circunstâncias e a todos, mesmo àqueles que nos perseguem 





Introdução 

Quem aqui já foi castigado sem ter feito nada de errado? Deixe que as crianças respondam (não precisa ficar questionando se realmente elas não tinham feito nada, apenas deixe que falem). E quem aqui já foi castigado por ter feito algo certo? Já pensou ser castigado porque você fez a lição toda, ou porque arrumou o quarto? Estranho, não é mesmo? Na aula de hoje vamos aprender sobre um grupo de pessoas que foi preso por fazer algo que realmente deveria fazer. Essa é uma das lições da bíblia mais importante para o cristão. 

A história 

Alguns anos depois que Jesus morreu e ressuscitou, seus discípulos continuaram a falar sobre ele. Muitas pessoas se juntavam e muitas outras que também tinham conhecido Jesus e visto seus milagres faziam o mesmo. Eles queriam o bem das outras pessoas e ensinavam que Jesus sofreu, morreu e ressuscitou para nos mostrar que ele realmente era o Filho de Deus e que tem poder para nos dar a vida eterna e nos perdoar de todo pecado. Porém, muitas pessoas não achavam essa história boa e não queriam ouvi-los falando disso. Acreditavam que dizer que um homem era filho de Deus era um absurdo, pois Deus não pode ser igual a uma pessoa, Ele é muito maior e mais poderoso que isso. Até hoje muitas pessoas não acham que Jesus era filho de Deus porque isso não é possível. 

Ao ensinar que Jesus era filho de Deus e que somente ele poderia nos perdoar de nossos pecados, Pedro e João começaram a juntar muitas pessoas que também acreditavam nessa história. Estes foram os primeiros cristãos. 

Pedro e João eram os discípulos que estavam mais empolgados e mais animados para falarem a todos sobre Jesus. Pedro e João viram Cristo fazer muitos milagres e ensinarem muitas coisas boas e diferentes, por isso achavam que todos mereciam conhecer essas histórias. Como muitas pessoas estavam acreditando neles e virando cristãos, algumas autoridades ficaram com medo, outras com inveja. Naquela época os principais líderes religiosos não acreditavam que Jesus era filho de Deus e achavam errado outras pessoas acreditarem nisso, por isso decidiram que deveriam repreender quem ensinava essas coisas. 

As autoridades pensaram que a melhor forma de combater o cristianismo era prendendo os líderes, ou seja, Pedro e João. E foi isso que fizeram. Certo dia, resolveram colocar os dois na cadeia, para que parassem de ensinar sobre Jesus ao povo. À noite, Pedro e João estavam na cadeia, mas não estavam com medo porque sabiam que estavam fazendo a coisa certa. Quando menos esperavam viram um anjo, que ajudou-os a sair da prisão, abrindo as celas. 

Quando falamos de Jesus para os outros, também existem pessoas que não vão gostar. Vão dizer que é mentira, que não é “bem assim”. Alguns até tiram sarro da gente. Os primeiros cristãos também sofriam tudo isso, e era ainda pior, porque muitos eram presos e até espancados. E tudo o que queriam eram falar do amor de Deus, que enviou Jesus para nos dar a vida eterna. 

Se você está levando essas lições da bíblia para um grupo de adolescentes ou adultos, você deve estudar bem os primeiros capítulos de Atos, pelo menos os cinco ou seis primeiros. 

Pedro e João aprenderam que Jesus veio ao mundo para nos perdoar de todo pecado. Ele morreu na cruz e ressuscitou para mostrar que tem poder para nos dar a vida eterna. Para termos a vida eterna só precisamos pedir que Jesus seja nosso salvador, ou seja, nos salve de nossos pecados. E eles ensinavam isso ao povo. No entanto, os líderes religiosos achavam que Deus nunca poderia ter um filho, que isso é um absurdo. Eles achavam que adorar Jesus era uma idolatria, pois acreditavam que Jesus era um homem qualquer e não tinha poderes igual ao do Criador. Por isso, não acham certo pessoas orando para Jesus e louvando Jesus. Eles achavam que os primeiros cristãos deveriam ser presos para que essa nova fé acabasse. 

Naquela noite, quando o anjo abriu as celas da prisão. Pedro e João saíram; e no dia seguinte voltaram ao principal templo religioso da cidade para ensinarem sobre Jesus. Só que eles foram bem cedo, e as autoridades religiosas ainda não estavam no templo. Antes mesmo de irem ao tempo, as autoridades religiosas tinham ido à prisão para falarem com Pedro e João, e viram que estava tudo trancado e fechado, mas os dois não estavam lá. Foi quando resolveram ir ao templo e viram os dois apóstolos lá ensinando sobre Jesus. 

As autoridades deram uma bronca neles e disseram que não deveriam mais falar sobre Jesus, mas Pedro e João disse que não poderiam, pois era melhor obedecer a Deus do que aos homens. As autoridades ficaram com tanta raiva que começaram a conversar sobre como matar aqueles dois. Um dessas autoridades, se chamava Gamaliel e ele achou melhor não matá-los. Ele começou a perceber que os primeiros cristãos tinham muitas experiências boas e sempre falavam coisas coerentes. Gamaliel disse que era melhor deixar aqueles dois, João e Pedro, soltos. Ele disse algo do tipo “vamos ver se o que ensinam é de Deus mesmo. Se não for o povo vai perceber e logo o cristianismo vai acabar. Agora se o que falam for de Deus não adianta a gente combater, é melhor deixá-los livres”. As autoridades concordaram, mas ainda estavam com tanta raiva que decidiram espancar João e Pedro. 

Este episódio também pode ser uma das melhores lições da bíblia sobre fé, perseverança e defender no que cremos. 

Conclusão 

Assim, os primeiros cristãos continuaram sendo perseguidos por muitos anos. Deus não os livrou das perseguições, mas apenas deu coragem e ânimo para que continuassem falando de Cristo. Não podemos deixar que a perseguição e zombaria nos deixem com medo de ensinar aos outros sobre Jesus. João e Pedro continuaram sendo corajosos mesmo depois de terem sido preso. Na noite que o anjo os soltou da prisão, eles poderiam ter fugido para outro lugar, mas preferiram voltar ao templo para falarem mais de Jesus. 

Assim como os primeiros cristão eram corajosos, devemos ter bom ânimo para falar do amor de Jesus aos outros. Pedro e João nos ensinam uma das lições da bíblia mais valiosas que existem, que é lutar e confiar em nossa fé. 

Oração 

Se você quer ser corajoso para falar de Deus para os outros vamos orar para que você seja capacitado e destemido como os primeiros cristãos. 

Se você nunca teve a chance de pedir para Jesus perdoe seus pecados e quer fazer isso nessa noite, vamos orar para que Jesus seja seu salvador.

Outras lições da bíblia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *